sábado, 7 de novembro de 2015

Tragédia em Minas causa 8 mortes!Essa não foi a primeira!Já houve várias outras tragédias causadas por barragens de rejeitos!

Pelo menos 8 pessoas morreram, 43 ficaram feridas e não há informações sobre o número de desaparecidos após o rompimento de duas barragens de rejeitos de uma mineradora nesta quinta-feira (5), no distrito de Bento Rodrigues, em Mariana, no centro do estado de Minas Gerais, informaram os órgãos de socorro.Esse,é mais um acidente em uma trágica história de desastres deste tipo em Minas Gerais. Nos últimos anos, foram muitos os eventos com danos ambientais sérios e mortes no Estado.
O mais recente foi no dia 10 de setembro de 2014, quando o talude da barragem B1, na Mina Retiro do Sapecado, da Herculano Mineração, se rompeu e deixou três mortos e um ferido em Itabirito MG. O acidente aconteceu quando seis funcionários trabalhavam na manutenção da barragem e foram surpreendidos pela onda de lama e rejeitos de minério.Na época, o jornal Estado de Minas destacou um estudo da Fundação Estadual do Meio Ambiente (Feam) que indicava que mais de 40 barragens no estado não tinham garantia de estabilidade.
Antes disso, em janeiro de 2007, uma barragem com rejeitos da mineradora Rio Pomba Cataguases rompeu e inundou as cidades de Miraí e Muriaé com mais de 2 milhões de litros de lama de bauxita. Mais de 4 mil pessoas ficaram desalojadas e 1.200 casas foram atingidas. A mesma barragem já tinha causado problemas em março de 2006, quando um vazamento contaminou córregos e rios, matando centenas de peixes e interrompendo o fornecimento de água. Apesar do histórico, na época do acidente de 2007, a mineradora atribuiu a causa do acidente às chuvas fortes do começo do ano.
Pior que a tragédia ambiental de 2007, em 29 de março de 2003 uma barragem de rejeitos industriais se rompeu em Cataguases. Foi um dos piores acidentes ambientais do país: cerca de bilhão e quatrocentos milhões de litros de lixívia negra, resíduo da produção de celulose, contaminaram o Rio Paraíba do Sul e córregos próximos por 200 quilômetros, atingindo também o interior do Rio de Janeiro e deixando 600 mil pessoas sem água. Peixes, animais que viviam às margens dos rios e muito da vegetação foram devastados pelo desastre.
Mas mesmo com dimensões colossais e consequências catastróficas, o desastre de 2003 não foi lição o bastante para evitar um novo incidente em 2009 em Cataguases – dessa vez, o pior foi evitado. Para impedir o rompimento de uma barragem que despejaria de uma vez 1,4 bilhões de litros de rejeitos no Rio Paraíba do Sul, foram liberados lentamente resíduos sem tratamentos no corpo d'água, uma operação que durou até agosto de 2012.Em 2001, cinco pessoas morreram em um acidente grave em Macacos (São Sebastião das Águas Claras, distrito de Nova Lima).Lama e resíduos de mineração encobriram dois quilômetros de uma estrada, após o rompimento de uma barragem da mineradora Rio Verde (hoje Vale). O acidente também causou assoreamento, degradação de cursos hídricos e destruição de mata ciliar
E,voltando ao acidente em Mariana,ocorrido na última quinta- feira (5),segundo o prefeito,Duarte Junior,nunca havia visto nada igual,de tão trágico que foi e tem sido pra toda a população da cidade de Mariana MG.A administração municipal pede a doação de roupas, água mineral, colchões, produtos de higiene pessoal e remédios.
Os interessados em ajudar os desabrigados devem fazer doações no centro de convenções da cidade, que fica na Rua Juscelino Kubitschek, em frente à prefeitura.muitas pessoas doaram roupas ,alimento,água mineral,etc.A solidariedade tomou conta da vida das pessoas que se comoveram com a tragédia e estão enviando ajudas.A ?Maioria das pessoas estão hospedadas em hotéis e pousadas,aguardando providências  a serem tomadas pela Lei,apurando e apontando  as responsabilidades da tragédia!
Um dos sobreviventes  da tragédia,Andrew Oliveira, disse que quando sentiu que estava acontecendo um terremoto,ele,pulou de uma altura de +- 4 metros e saiu correndo, e segundo ele foi Deus quem deu forças a ele para continuar correndo até encontrar um local seguro,longe de onde houve a tragédia!
Esperamos e pedimos a Deus que dê forças à famílias e que a justiça,prefeitura,etc se mobilizem para que haja o quanto antes a recolocação de cada família que perdeu suas casas e que deus console seus corações,pois uma casa ou bens materiais  a gente batalha e consegue ,mas,uma vez que perdemos uma pessoa  da família,aí a tudo fica muito difícil,a falta que a pessoa vai fazer é muito grande e só Deus mesmo por meio de seu Espírito Santo para  consolar os corações dilacerados pela dor da perda!Fique bem,fique com Deus!Até a próxima! Fontes: Terra;em.com.br e jornal do Brasil